terça-feira, julho 25, 2006

Sina...


Apenas eu permaneço, aqui, com paisagens excessivamente quentes, corredores vazios e silêncios vigiantes, cumprindo esta pena prolongada por um crime que não cometi e não protestei.

2 comentários:

Júlia disse...

Se uma resignação calma, talvez se aguentasse. Mas prefiro o protesto. E dizer que se não protestou é já forma de o fazer. É bem mais que nada e que o vazio.

Obrigado, volte sempre disse...

É bonito o quadro que descreves, sabe-me bem... Soa-me a calma, a paz.
Talvez esteja a fugir ao sentido que lhe quizeste dar, mas achei que ias gostar de saber que alguem lhe deu outro... Há crimes muito saudaveis...
Beijo.